Os Estados Unidos classificaram na sexta-feira como «ironia trágica» a decisão do Tribunal Penal Internacional (TPI) de abrir uma investigação preliminar sobre possíveis crimes cometidos pelas forças israelitas contra palestinianos.

«Discordamos totalmente da ação tomada hoje [sexta-feira] pela procuradoria do TPI», disse o porta-voz do Departamento de Estado, Jeff Rathke, em comunicado citado pela AFP.

«É uma trágica ironia que Israel, que viu lançar mísseis terroristas contra os seus civis e bairros, esteja agora a ser escrutinado pelo TPI», refere o mesmo comunicado.