O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ordenou o congelamento de ativos e a proibição de entrada nos EUA de todos os envolvidos nas ameças à soberania e integridade territorial da Ucrânia.

Segundo a agência Reuters, Obama assinou uma ordem executiva para punir todos os russos e ucranianos responsáveis pela entrada da Rússia na região da Crimeia.

O departamento do Estado norte-americano vai introduzir restrições a vistos a todos os oficiais e indivíduos envolvidos na recente crise do leste europeu.

Um oficial da administração Obama já assegurou que o presidente russo, Vladimir Putin, não está entre as pessoas-alvo das sanções.

«É uma circunstância invulgar e extraordinária sancionar um chefe de Estado, e não começariamos as nossas designações por aí», disse o oficial do governo segundo a Reuters.

A Crimeia planeia juntar-se à Rússia e pode, até, introduzir o rublo como moeda oficial.