Uma cidadã de 62 anos, de Illinois, EUA, que estava a passar férias em Bali, Indonésia, foi encontrada sem vida dentro de uma mala de viagem.

Sheila von Wiese Mack terá sido assassinada e os principais suspeitos são a sua filha, Heather Mack, de 19 anos, e o namorado desta, Tommy Schaefer, de 21, que estavam hospedados com a vítima num hotel de cinco estrelas.

No dia 7 de agosto, a jovem publicou na rede social «Instagram» uma mensagem onde se mostrava indignada com as regras que lhe eram impostas. Dias depois, as autoridades encontraram o corpo da turista norte-americana dentro de uma mala, que o casal tentou levar para fora do hotel.





Mãe e filha estiveram alguns dias sozinhas no hotel antes da chegada do namorado de Heather. No dia seguinte à chegada de Schaefer o casal chamou um táxi ao hotel para transportar a mala em questão, onde veio a ser descoberto o corpo da turista norte-americana.

O corpo de Sheila apresentava várias escoriações e ferimentos, e o medico legista terá dito que existem sinais de luta e/ou resistência.

A cadeia «CNN» avança que, às autoridades, os jovens disseram que foram mantidos reféns no hotel por um gangue armado que vitimou a mãe de Heather. O jornal britânico «DailyMail» escreve que as autoridades locais estão a investigar outras versões dos acontecimentos.