O homicídio foi a principal causa de morte dos jovens de entre 16 e 17 anos no Brasil em 2013, revela o estudo “Mapa da Violência”, apresentado esta segunda-feira, no Senado brasileiro.

Em 2013, do universo de 8.153 jovens dessa faixa etária mortos, 3.749 (ou 46% do total) foram assassinados, o que se traduz numa média de 10,3 homicídios por dia, de acordo com os dados do estudo elaborado pelo sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz.

O relatório foi publicado sob um clima de forte polémica desencadeada por uma proposta dos partidos da oposição que pretende reduzir a idade de responsabilidade penal 18 para 16 anos, a fim de reforçar o combate à delinquência juvenil.