A Venezuela e a China assinaram na segunda-feira um acordo para a criação de um sistema de monitorização que passa pela instalação de 30.000 câmaras de videovigilância em 16 cidades venezuelanas, anunciou o Governo local.

O acordo será executado pela empresa chinesa Ceiec no âmbito do novo Sistema Integrado de Monitorização e Assistência (Sima), que deverá estar a funcionar nos municípios do leste de Caracas até finais de dezembro, para ajudar a combater a alta criminalidade.

Segundo dados policiais, a Venezuela registou 16.072 assassinatos em 2012.