A Coreia do Norte planeia enviar, em novembro, 31 crianças com idades entre os dez e os 12 anos para escolas de futebol de Espanha e Itália para frequentarem programas de longa duração, informou esta segunda-feira a agência Kyodo.

A estratégia do regime norte-coreano é, segundo a Kyodo, melhorar a imagem do país no futebol e garantir a entrada de divisas estrangeiras no caso de algumas destas promessas darem o salto para o futebol profissional.

Segundo uma fonte citada pela Kyodo, 11 das 31 crianças vão para a Fundação Marcet de Barcelona e as restantes 20 para a escola de talentos Italian Soccer Management, na cidade italiana de Perugia.