Uma menina de 3 anos foi resgatada, este fim-de-semana, depois de ter estado 11 dias perdida numa floresta na Sibéria, numa região onde existem ursos selvagens e lobos.

Segundo o jornal «The Siberian Times», a criança terá sobrevivido alimentando-se de frutas selvagens, bebendo água de um rio e mantendo-se quente graças ao cão que a acompanhava.

Karina Chikitova desapareceu a 29 de julho. A menina saiu de casa, numa vila remota da Sibéria, com o cão, e acabou por entrar na floresta, perdendo-se. Apesar de ser verão na região, as temperaturas no local chegaram a rondar os 6ºC.

Segundo a mãe da criança, a menina saiu na companhia do pai, mas este não se apercebeu que era seguido pela filha e pelo cão.

A mãe de Karina só conseguiu entrar em contato com o marido quatro dias depois e foi aí que os dois perceberam que a menina estava desaparecida.

Os familiares começaram a procurar a criança na floresta e, mais tarde, equipas de resgate foram chamadas para ajudar nas buscas.

Nove dias depois de a menina ter saído de casa, o cão acabou por aparecer. «Foi quando percebemos que ela podia ter sobrevivido», afirmou Afanasiy Nikolayev, porta-voz dos serviços de resgate da região.

Foi o animal que guiou as autoridades até o local onde estava Karina. Segundo a imprensa local, ela estava consciente e tinha uma boa aparência apesar das condições adversas.