Finley Smallwoods, da Califórnia, é uma criança com três anos, cujo nome significa "guerreira justa". A pequena Finley nasceu prematura, com 31 semanas de gestação, e, devido a isso, sofreu danos cerebrais graves, que resultaram em paralisia cerebral. Os médicos alertaram os pais para os cuidados a ter dali em diante e referiram, também, que era muito provável que a menina nunca pudesse andar. 

Perante este cenário, os pais adotivos - Finley foi entregue para adoção antes do seu nascimento, devido à falta de condições dos pais biológicos -, decidiram tentar todo o tipo de tratamentos e terapias que pudessem melhorar a vida da criança.

Decidimos fazer tudo que estava ao nosso alcance (...) A intervenção precoce é a chave. Começamos pela terapia de estimulação infantil quando ela tinha apenas três meses. Fizemos, também, terapias ocupacionais, programas de alongamento, cirurgias, dietas restritas, medicação reforçada, suplementos, massagem infantil, reforço noturno, terapia da água, ballet (...)", revelou a mãe adotiva, no seu blog pessoal, dedicado à menina. 

Depois da longa e dura batalha, o casal Smallwoods decidiu que a melhor opção seria submeter Finley a uma cirurgia capaz de melhorar a sua condição de forma significativa, mas os custos da operação - que rondam os 73 mil euros - são demasiado altos. 

Até ao momento, a menina não pode caminhar sem o apoio de um andarilho, no entanto, adora dançar e a sua boa disposição e força já sensibilizou milhares de pessoas. Os pais decidiram, por isso, criar um movimento nas redes sociais chamado "DareToDance" (atreve-te a dançar) com o propósito de reunir os fundos necessários para a cirurgia e, ao mesmo tempo, sensibilizar e consciencializar as pessoas sobre a paralisia cerebral. 

Ao todo, já foram angariados cerca de 64 mil euros. 

 

 

 

 

 

A Paralisia Cerebral é uma perturbação do controlo de movimentos, resultante de uma lesão ou anomalia nas partes do cérebro que controlam a postura e o equilíbrio. Estima-se que, por cada 1000 bebés que nasçam, 2 possam vir a ser afectados por esta patologia.