O Presidente do México, Enrique Peña Nieto, anunciou hoje medidas de apoio à economia familiar derivadas das reformas estruturais de 2014, incluindo um programa de apoio a jovens empreendedores, e prometeu combater a corrupção.

Numa mensagem televisiva a propósito do início de 2015, Peña Nieto disse que 2014 foi «um ano de contrastes» em que se aprovaram 11 reformas estruturais «desenhadas para que o país acelere o seu desenvolvimento».

«No entanto, 2014 foi também um ano muito difícil para o México. A violência do crime organizado voltou a golpear o país. Sentimos dor, indignação e coragem. A demanda legítima por justiça fez-se sentir. Também se lançaram questões e fizeram exigências de maior transparência», reconheceu.

O Presidente tirou uma conclusão: «O México não pode continuar igual. O país deve continuar a mudar para melhor».