Ao fim de dez dias sem progressos, as operações de resgate do "ferry" Sewol, que se afundou ao largo da costa da Coreia do Sul, voltaram a ser suspensas hoje devido ao mau tempo e à recente morte de um mergulhador.

Os fortes ventos e as ondas de até quatro metros tornam impossível as buscas pelo menos até quarta-feira, informou hoje a guarda costeira sul-coreana, quando ainda estão por recuperar 16 corpos do interior do "ferry" que se afundou a 16 de abril.

Do Sewol, que transportava 476 pessoas a bordo, foram retirados 288 corpos.