O ministro da Defesa da Coreia do Sul recebeu uma carta anónima com uma faca e uma ameaça de morte, o que fez com que a polícia e o exército abrissem uma investigação conjunta ao caso.

Um estafeta encontrou o presente na semana passada, quando tentava voltar a embalar um pacote rasgado dirigido ao ministro da Defesa, Han Min-Koo, informou aquele ministério, citado pela Lusa.

«Através de uma investigação, estamos a tentar determinar se a Coreia do Norte está envolvida», disse um porta-voz do Ministério da Defesa à AFP.