A Coreia do Norte terá rejeitado um convite para enviar católicos a uma missa que será celebrada pelo Papa Francisco no final do mês, revelaram responsáveis da igreja católica sul-coreana.

Numa carta, a Associação Católica da Coreia do Norte sustenta a recusa na manutenção dos exercícios militares conjuntos entre Seul e Washington.

O Papa Francisco celebra uma missa em Seul pela reconciliação coreana no último dia da sua visita à Coreia do Sul que se realiza entre 14 e 18 de agosto.

O último dia da visita coincide, contudo, com o inicio de mais um conjunto de manobras militares entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos no âmbito do acordo de cooperação militar entre os dois países e que a Coreia do Norte critica e considera uma ameaça à sua segurança.