A Coreia do Norte voltou hoje a insultar a Presidente sul-coreana, Park Geun-hye, que qualificou de “mulher maléfica” com intenções belicistas.

Esta mulher maléfica sem comparação conduziu as relações Norte/Sul a um impasse total e aumentou os riscos de guerra", escreveu a Comissão para a Reunião Pacífica da Coreia (CRPC).

Os novos insultos difundidos pela CRPC seguem-se a uma cimeira sobre a questão nuclear, presidida na semana passada pelo Presidente norte-americano, Barack Obama, e que contou com a participação de Park.

Para a Comissão para a Reunião Pacífica da Coreia, o comportamento da Presidente sul-coreana durante a cimeira, que condenou o desenvolvimento do programa nuclear norte-coreano, pode ser comparado a "uma crise de epilepsia de uma maníaca desprezível à procura de confronto".

Nos últimos tempos têm-se sucedido, nos meios de comunicação oficiais de Pyongyang, ataques verbais contra a presidente sul-coreana, nomeadamente grosseiros e sexistas, devido não só à sua posição sobre o nuclear como à aliança com os Estados Unidos.