Donald Trump recebeu em Washington os três norte-americanos que estiveram presos na Coreia do Norte mais de um ano e que foram libertados esta semana.

Os três homens aterraram na base aérea de Andrews, nos arredores de Washington, e o presidente dos EUA, acompanhado de Melania, esteve à espera deles. O avuão chegou à base por volta da 2.42 horas (6.40 em Portugal continental), transportando Kim Dong Chul, Kim Hak Song e Tony Kim.

Aos jornalistas presentes, Trump confessou ser uma noite "especial": "É uma noite muito especial para estes três homens extraordinários, queremos agradecer a Kim Jong-un."

A libertação dos três homens acontece dias antes dos líderes dos dois países se encontraram e após uma reunião entre Mike Pompeo, secretário de estado norte-americano, com Kim Jong-un.

"Eu não esperava que isto acontecesse e aconteceu. Eu acho que ele [Kim Jong-un] quer fazer alguma coisa e trazer o país para o mundo real", disse Trump.

O presidente norte-americano foi questionado sobre se esta teria sido uma das suas maiores conquistas e Trump respondeu assim: "A minha conquista mais orgulhosa será quando desnuclearizarmos toda a península coreana."

Já os três homens agradeceram todos os esforços que foram feitos para os salvarem: "Gostaríamos de expressar a nossa profunda gratidão ao governo dos Estados Unidos, ao presidente Trump, ao secretário Pompeo e ao povo americano por nos trazer a casa."