Um norte-coreano, que se acredita ser um soldado em fuga, matou quatro cidadãos chineses durante um assalto depois de atravessar a fronteira para a China em busca de comida, diz hoje a imprensa local.

O jovem soldado norte-coreano atravessou a fronteira no final de dezembro e roubou dinheiro e comida numa casa antes de matar quatro residentes na cidade chinesa de Helong, diz hoje a agência noticiosa sul-coreana Yonhap e o jornal Dong-A Ilbo.

Ambos os meios de comunicação citaram fontes das zonas fronteiriças entre a China e a Coreia do Norte.

Segundo o jornal jornal Dong-A Ilbo, as vítimas foram ou alvejadas ou espancadas. O soldado terá sido depois baleado e capturado pelas autoridades chinesas.