O general norte-coreano Kim Kyok-sik, considerado responsável pelos ataques à Coreia do Sul que provocaram 50 mortos em 2010, morreu este fim de semana aos 77 anos, revelou esta segunda-feira o diário Rodong em Pyongyang.

                               
                                            (Kim Kyok-sik, FOTO: Lusa/EPA)

O alto quadro militar, que padecia de cancro, morreu no domingo de insuficiência respiratória, explica o diário do Partido dos Trabalhadores num breve comunicado.

Kim Kyok-shik, considerado um militar da ‘linha dura’, foi, entre 2007 e 2009, ministro da Defesa, a máxima autoridade do Exército Popular norte-coreano apenas abaixo do líder do regime, e depois passou a dirigir o quarto regimento das Forças Armadas na província de Hwanghae, próxima da fronteira ocidental com a Coreia do Sul.