O líder norte-coreano, Kim Jong-un, visitou a estância de esqui de Masik, a primeira do país, na sua segunda aparição pública desde a execução do seu tio e mentor, Jang Song-thaek, informou este domingo a agência estatal KCNA.

Este centro de esqui é um projeto pessoal do líder e a visita é vista como uma tentativa de Pyongyang de enaltecer os feitos de Kim Jong-un, depois da surpreendente purga de Jang Song- Thaek, tio do líder e «número dois» do regime.

O complexo, que se encontra em construção, está localizado na região montanhosa de Masik, a cerca de 180 quilómetros de Pyongyang, e conta com um grande hotel e heliporto.