O líder norte-coreano, Kim Jong-un, alertou hoje que a península poderá ser palco de um desastre nuclear se voltar a estalar a guerra entre as duas Coreias, avisando que os Estados Unidos não estarão a salvo nessa situação.

Kim Jong-un fez este comentário num discurso televisivo, na sua mensagem de ano novo, onde comentou também a recente execução do seu tio, Jang Song-thaek.

O líder norte-coreano considerou que a morte do seu tio constituiu uma «ação resoluta» do seu governo, classificando-o como «escória».