Um espião dos serviços secretos norte-coreanos do Kim Jong-Un desertou e fugiu para a Coreia do Sul, noticia a Sky.

A informação já foi confirmada pelas autoridades de Seul, que não adiantam o nome do militar que fugiu. A AFP sabe, no entanto, que se trata da mais alta patente militar a abandonar o regime da Coreia do Norte.

O coronel, que terá sido responsável por muitas operações de espionagem ao Sul, já terá, por conseguinte, revelado aos serviços de inteligência sul-coreanos informação relevante sobre a Coreia do Norte.

A notícia desta deserção ocorre pouco depois de 13 trabalhadores norte-coreanos terem fugido de um restaurante chinês. Os norte-coreanos resolveram abandonar o regime após terem tido acesso à Internet e pesquisado sobre a propaganda de Pyongyang, recorda a Sky.

Kim Jong-un viu as sanções das Nações Unidas agravadas após o lançamento de vários mísseis e feito testes nucleares