A Coreia do Sul desligou hoje os altifalantes que emitiam propaganda na fronteira contra o regime norte-coreano, depois de Seul e Pyongyang terem alcançado um acordo para travar o clima de tensão militar na península.

“As retransmissões foram suspensas às 12:00 [04:00 em Lisboa] tal como foi acordado”, informou um porta-voz do Ministério da Defesa de Seul à agência Efe, ressalvando, porém, que ainda não foram desinstalados.

O acordo selado horas antes por representantes de alto nível das duas Coreias prevê a suspensão das transmissões de propaganda sul-coreana contra a Coreia do Norte “a menos que suceda algo anormal”.

Na semana passada, Kim Jong-Un ordenou que as tropas avançassem para a linha de frente. Chegaram mesmo a bombardear uma unidade militar sul-coreana localizada na secção ocidental da fronteira. Um plano que ruiu no âmbito das negociações e, para além disso, a Coreia do Norte também disse "lamentar" os dois soldados sul-coreanos que ficaram feridos, este mês, com minas terrestres. 

As duas Coreias vão continuar em conversações, mas a Coreia do Sul já avisou que "não é agora o momento" de agendar uma cimeira entre as duas partes.