A Coreia do Sul concedeu asilo a um pescador norte-coreano resgatado em águas do país, naquele que é o terceiro caso em menos de um mês de um barco do país vizinho encontrado à deriva, informou hoje o Ministério da Unificação de Seul.

O pescador, que terá entre 20 e 30 anos, foi encontrado no passado dia 16, segundo o ministério, num pequeno barco danificado perto das ilhas de Dokdo, as quais são administradas pela Coreia do Sul, mas disputadas pelo Japão.

O jovem solicitou asilo na Coreia do Sul e o pedido foi deferido por «razões humanitárias», disse um porta-voz do Ministério da Unificação à agência Efe, citado pela Lusa.