a viagem a Moscovo










“Ele estava naquela fase da sua liderança em que devia estar a ser visto a trabalhar em assuntos externos e a tentar superar o isolamento internacional, especialmente devido à publicidade negativa que tem tido nos últimos meses. Ao visitar a Rússia, ele teria sido capaz de pressionar a China e a Coreia do Sul e de melhorar a sua imagem ao ir lá com a sua mulher atraente e a falar inglês”.