O governo francês decidiu esta quarta-feira proibir as manifestações que estavam planeadas no âmbito da 21.ª Cimeira do Clima da ONU (COP21), agendada para o final deste mês em Paris, anunciou a presidência do evento.

Estava prevista uma marcha em defesa do clima no dia 29 de novembro, na véspera da abertura do evento, e outra no dia 12 de dezembro, um dia depois do encerramento.

A COP21 vai decorrer em Bourget, no norte de Paris, de 30 de novembro a 11 de dezembro, com representantes de 195 países.

O procurador de Paris confirmou, esta quarta-feira à tarde, que o grupo terrorista travado esta manhã em Saint-Denis, no norte de Paris, planeava "novos ataques". Na sequência da operação houve dois mortos e sete feridos.

Os atentados de Paris, levados a cabo na sexta-feira, fizeram 129 mortos já confirmados e mais de 350 feridos.