O Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, “continua a evoluir muito positivamente do pós-operatório” na sequência de uma cirurgia ao pulmão, decorrendo “a convalescença com absoluta normalidade”, de acordo com o boletim clínico desta sexta-feira.

Ferro Rodrigues foi submetido na quarta-feira, no Hospital Pulido Valente, em Lisboa, a uma cirurgia ao pulmão, que "foi programada e correu muito bem", garantiu nesse mesmo dia, após a intervenção, o médico Francisco Félix, diretor do Serviço de Cirurgia Torácica.

De acordo com o boletim clínico atualizado hoje – divulgado pelo gabinete do Presidente da Assembleia da República – Ferro Rodrigues “continua a evoluir muito positivamente do pós-operatório, decorrendo a convalescença com absoluta normalidade”.

O diretor do Serviço de Cirurgia Torácica do hospital adianta ainda na nota que “um novo boletim será emitido apenas se o quadro clínico o justificar”.

O presidente da Assembleia da República reitera os seus agradecimentos pelos votos de rápida recuperação que lhe têm sido dirigidos pelos portugueses”, é também referido no comunicado.

Após a cirurgia, na quarta-feira, Francisco Félix não se quis focar em “nenhum aspeto de ordem clínica, que diga respeito sequer ao diagnóstico, à terapêutica ou ao prognóstico”.

“Não vou revelar qual foi o objetivo da cirurgia, isso é da esfera do sigilo", respondeu apenas quando questionado se teria sido retirado um nódulo do pulmão.

De acordo com o comunicado de terça-feira do gabinete de Ferro Rodrigues, "atento o impedimento temporário, e de acordo com o previsto no Regimento da Assembleia da República, o presidente Eduardo Ferro Rodrigues será substituído, até ao dia 29 deste mês, pelo vice-presidente eleito pelo grupo parlamentar a que pertence, neste caso o deputado Jorge Lacão".

"Em caso de necessidade, a substituição do presidente da Assembleia da República poderá ser prorrogada", lia-se na mesma nota.