Os Estados Unidos, França e Reino Unido culparam a Rússia pela deterioração vivida nos últimos dias no leste da Ucrânia e advertiram que vão endurecer as sanções impostas se a crise se continuar a agravar.

Num debate no Conselho de Segurança da ONU na terça-feira, as potências ocidentais acusaram Moscovo de violar o acordo que assinou no passado dia 17 de abril em Genebra com a Ucrânia, União Europeia e Estados Unidos.

«Esse foi um momento de esperança. Desde então o Governo da Ucrânia implementou os compromissos de boa-fé, mas lamentavelmente o mesmo não se pode dizer da Federação Russa», disse a embaixadora norte-americana, Samantha Power.