Um condutor britânico de 27 anos foi apanhado a conduzir um Mercedes 320 a uma velocidade de 240 quilómetros por hora, com quatro bebés à solta no banco de trás, sem qualquer sistema de retenção. Keith Millard foi preso e condenado a cumprir 20 semanas de cadeia, depois de admitir em tribunal ter conduzido de forma perigosa e sem seguro.

De acordo com o «Independt», ele fica ainda proibido de conduzir durante três anos e obrigado a pagar as custas do processo e a fazer uma doação para um fundo de apoio às vítimas de acidentes rodoviários.

Keith conduzia o Mercedes do pai e, apesar de ter carta, faltava-lhe um seguro específico para conduzir aquele carro. Após uma perseguição, a polícia encontrou uma mulher no banco do passageiro e quatro bebés no banco de trás: dois gémeos de seis meses, que estavam sentados nas respetivas cadeirinhas, mas sem cinto de segurança, uma menina de um ano que dormia no lugar do meio e um rapaz de dois anos sentado no tapete traseiro do carro.

À polícia, disse que seguia àquela velocidade para conseguir apanhar um ferry para a Alemanha, depois de ter falhado a travessia em Hull.