Um tribunal do Mississipi deixou sair em liberdade o homem que devia ter cumprido 13 anos de prisão, mas que a justiça norte-americana se esqueceu de prender.

Cornealious Mike Anderson foi condenado em 1999 a 13 anos de prisão por um assalto a um Burger King. Esgotados os recursos, disseram-lhe para esperar que o fossem buscar para o encarcerar. Passaram os dias, passaram os anos e ninguém apareceu. Até que há um ano, quando devia estar perto de terminar a sentença, alguém detetou o erro.

Foi então detido, mas contestou, argumentando que não tinha culpa do erro e que era nos tempos que correm um cidadão exemplar. Arranjou trabalho, criou negócios, constituiu família e não voltou a meter-se em sarilhos. O tribunal deu-lhe razão.

«Acredito que mantê-lo preso não serve qualquer finalidade, seria um desperdício de dinheiro dos contribuintes e castigaria um bom homem», disse o juíz Terry Brown, cita a CNN.