A polícia holandesa deteve mais um suspeito relacionado com uma ameaça terrorista em Roterdão, que levou ao cancelamento de um concerto, depois de um alerta vindo de Espanha.

Uma carrinha com matrícula espanhola contendo garrafas de gás foi encontrada, ontem, perto do recinto onde iria realizar-se o concerto da banda norte-americana The Allah-lahs.

Logo ontem a polícia deteve o condutor, espanhol, para interrogatório. Hoje, a polícia diz que o indivíduo não parece ter qualquer ligação à ameaça terrorista. Foram feitas buscas na carrinha e na casa do homem para as autoridades chegarem a essa conclusão.

Não foi encontrada nenhuma ligação com a ameaça terrorista. O homem, que faz trabalhos de reparação, teve uma explicação para as garrafas de gás que será investigada hoje", explicou a polícia.

Certo é que a sua nacionalidade e a presença de garrafas de gás no veículo que conduzia, menos de uma semana depois dos ataques terroristas em Espanha, levantaram preocupações. Para além disso, quando foi encontrado, o homem estava a conduzir sob efeito de álcool.

O segundo suspeito, de 22 anos e nacionalidade holandesa, foi detido ao início desta quinta-feira, na sua casa, em Brabant, no sul do país.

O alerta dado pela Guarda Civil espanhola à polícia holandesa derivou de uma investigação que estava em curso há muito, sem estar diretamente relacionada com os atentados na Catalunha.