O Parlamento Europeu, a imprensa internacional e a Comissão Europeia vão cumprir esta quinta-feira um minuto de silêncio cada em memória das vítimas do atentado contra o jornal Charlie Hebdo, na quarta-feira, em Paris.

Para as 10:45 (09:45, em Lisboa) está marcada uma concentração e cumprimento de um minuto de silêncio na esplanada junto à sede do Parlamento, por iniciativa do seu presidente, Martin Schulz, como forma de demonstrar solidariedade com os cidadãos e autoridades franceses e as vítimas do atentado contra o jornal satírico, que provocou 12 mortos.

Para um quarto de hora mais tarde, no ‘hall' do Residence Palace - o centro de imprensa internacional -, estão convocados os jornalistas estrangeiros que trabalham em Bruxelas para outra observação de um minuto de silêncio em memória das vítimas, por iniciativa das federações internacional e europeia de jornalistas.