Pelo menos sete pessoas morreram na sequência da explosão de uma cisterna de gás na China. O incidente registou-se no estaleiro das obras de construção de uma linha férrea de alta velocidade entre as cidades de Pequim e Xangai.

De acordo com a agência noticiosa Xinhua, que cita o responsável da obra, o barracão onde ocorreu o rebentamento está numa zona entre Xangai e Jiangsu.

A linha férrea que está a ser construída terá 1.318 quilómetros de extensão e será a mais cara da história do país. O projecto faz parte de um pacto de investimentos em obras públicas que visam estimular a procura interna chinesa.