Uma mulher foi detida no Colorado, Estados Unidos, e acusada de assassínio depois de ter esventrado uma mulher grávida de sete meses e retirado o feto, informou esta quinta-feira a polícia norte-americana.

A vítima, de 26 anos, que se encontrou com a autora do ataque em resposta a um anúncio para vender roupas de crianças, foi operada e sobreviveu, mas o feto morreu.

A autora do ataque, de 34 anos, transportou o bebé para o hospital, alegando ter tido um abordo espontâneo.

Depois de receber uma chamada da vítima, a polícia «entrou na casa e viu uma mulher espancada e esfaqueada no estômago», disse o chefe da polícia local, Jeff Satur.

«Mais tarde soubemos que a mulher estava grávida e que o bebé tinha sido levado. A vítima foi transportada para o hospital, onde foi submetida a uma cirurgia e está a recuperar», explicou o polícia.

«A autora do ataque foi localizada no mesmo hospital com um bebé morto. Suspeita e vítima não se conheciam antes do incidente», acrescentou o polícia.