A candidata às eleições autárquicas na cidade de Colónia, na Alemanha, que foi esfaqueada este sábado, durante uma ação de campanha, venceu as eleições deste domingo e foi eleita presidente da Câmara de Colónia, com 52,66% dos votos.
 
Henriette Reker continua internada, mas em estado estável. O hospital diz que ela não deverá ter sequelas. A candidata independente, que conta com o apoio da União Democrata Cristã (CDU), dos Verdes e do Partido Liberal (FDP), sofreu ferimentos no pescoço e foi sujeita a uma cirurgia de emergência.
 
O suspeito do ataque foi detido quase de imediato e confessou ter agido por “motivos racistas”. Henriette Reker é a responsável pela receção de refugiados na cidade de Colónia.