Três civis israelitas foram mortos à facada por um jovem palestiniano no colonato de Halamish, na margem ocidental do rio Jordão, segundo informações avançadas pelo exército, que garante ter baleado e detido o agressor, segundo refere o site da BBC.

Uma mulher foi também ferida pelo agressor, que foi identificado como um palestiniano de 19 anos, residente na localidade de Khobar perto de Ramallah, na margem ocidental do Jordão, segundo informações divulgadas pela rádio israelita ouvida pela agência noticiosa Reuters.

O ataque ocorreu ao fim de um dia marcado por confrontos em Jerusalém, entre polícia, exército e palestinianos impedidos de aceder ao local sagrado da Esplanada das Mesquitas, na Cidade Velha.

Os confrontos durante o dia custaram a vida a três palestinianos, sendo que se registaram ainda centenas de feridos.

"Infiltrou-se numa casa"

De acordo com o exército israelita, o "assaltante infiltrou-se numa casa" no colonato de Neve Tsuf, onde esfaqueou quatro pessoas.

Duas das vítimas morreram devido aos ferimentos, uma está a ser assistida no local e outra foi levada para o hospital", refere um primeiro comunicado do exército israelita.

Entretanto, meios de comunicação israelitas referem que as vítimas mortais são dois homens e uma mulher, sendo que uma outra continua ser tratada no hospital.

O exército israelita anunciou ainda que os soldados continuam a patrulhar e inspecionar o local.