Israel começou nesta terça-feira a libertar prisioneiros palestinianos na véspera do retomar das negociações de paz com os palestinianos.

Nesta primeira fase serão libertados 26 prisioneiros de um total de 104 palestinianos que deixarão as cadeias israelitas.

O processo de libertação está previsto decorrer durante os nove meses agendados para as negociações, que terão agora a sua segunda ronda.

Se a autoridade palestiniana tinha encarado estas libertações como um sinal de boa vontade para os próximos encontros, o anúncio pelo governo israelita da construção de mais colonatos (no total, mais de três mil em Jerusalém e na Cisjordânia) aumentou a tensão antes do encontro - Israel confirmou nesta semana a construção de mais de 900 casas na zona leste de Jerusalém.

Nesta terça-feira, o secretário de Estado dos Estados Unidos fez comentários para os dois lados. John Kerry exortou os palestinianos a não reagirem ao anúncio da construção dos colonatos. E, posteriormente, pressionou Israel afirmado que essa construção é ilegítima».