há dois dias, os sobreviventes não foram detetados.

Seguiu-se uma operação de busca e salvamento por terra e ar. Durante todo esse tempo, María conseguiu assegurar a sua sobrevivência e a do filho graças à água que foi retirando dos cocos que seguiam a bordo do avião.

Só na quarta-feira, depois de a Força Aérea ter começado a recorrer a altifalantes para indicar a María que devia voltar ao lugar do acidente, é que a o resgate aconteceu. Um helicóptero levou mãe e filho para um hospital, mas nenhum deles tem problemas de saúde sérios.