Num dos países mais violentos da América Latina, o colombiano Miguel Caballero conseguiu inventar a fórmula perfeita para dar mais segurança aos cidadãos. Casacos à prova de bala, camisas à prova de bala, impermeáveis à prova de bala¿ Todas as roupas da sua loja são à prova de bala.

Uma simples peça pode custar mais de cinco mil euros, nada de inatingível para os grandes clientes deste estilista. O presidente venezuelano, Hugo Chávez, o seu homólogo colombiano, Álvaro Uribe, o magistrado espanhol Baltazar Gárzon, o actor Steven Seagal e o Príncipe Felipe de Espanha são alguns deles.

«O que queremos oferecer é mais uma oportunidade de viver. Não queremos que as pessoas desafiem os criminosos a disparar sobre elas. Ninguém se deve sentir como o Super-Homem. Mas, caso o criminoso dispare, os nossos produtos oferecem aos nossos clientes a oportunidade de escapar», disse Javier di Carlo, o gerente de marketing da filial mexicana da loja, ao New York Times.

Os próprios funcionários de Miguel Caballero já experimentaram os produtos, levando tiros à queima-roupa. «É a mesma sensação de levar um soco», disse um vendedor, depois de ter sido «atingido» com um tiro no estômago.

O estilista colombiano garante que, antes de vender qualquer peça de roupa, verifica sempre os antecedentes dos clientes, para não correr o risco de estar a vender uma «arma» a um criminoso.