«O Estado Islâmico está lentamente a ser forçado a recuar», disse o porta-voz Steve Warren.

«As forças iraquianas e os ataques aéreos da coligação têm, sem qualquer sombra de dúvida, infligido alguns danos ao Estado Islâmico», acrescentou.