A editora da revista Citylife Chiang Mai pediu hoje desculpa ao governador da província pela publicação de uma pintura antipoluição no Facebook, depois de ter sido ameaçada com prisão por crimes informáticos.

A publicação - uma pintura de antigos reis a usar máscaras antipoluição - pretendia alertar para a poluição do ar que afeta aquela província, causada em grande parte pelo trânsito intenso.

Numa carta enviada à polícia local, o governador da província de Chiang Mai considerou a publicação "desrespeitosa", e pode pode levar a uma "economia instável de Chiang Mai".

Para Pavin Chamniprasart, a imagem dos três reis com uma máscara é um "ato que afeta o coração do povo e põe em risco o turismo".

A editora Pim Kemasingki incorre agora numa pena de até cinco anos de prisão, se for condenada ao abrigo da Lei de Crimes Informáticos.

A controvérsia levou também a revista a cancelar um comício antipoluição que havia planeado na passada sexta-feira.