O exército de Israel demoliu esta terça-feira na Cisjordânia a casa de um palestiniano que matou um turista norte-americano e feriu vários israelitas em março, num ataque com arma branca, em Telavive, disse uma porta-voz do exército à AFP.

Durante a noite, de acordo com as diretivas governamentais, as forças de segurança demoliram a casa de Bashar Massala, na localidade de Haja”, informou.

A 08 de março, um homem matou uma pessoa e feriu nove em ataques com arma branca em Telavive, perto de onde o vice-presidente norte-americano, Joe Biden, estava a ser recebido pelo ex-Presidente israelita Shimon Peres, indicou a polícia naquele dia.

Tropas israelitas matam palestiniano na Cisjordânia

Também esta terça-feira, as tropas israelitas mataram a tiro um palestiniano e feriram gravemente outros dois perto da localidade de Beit Ur, na Cisjordânia, disseram agentes de segurança palestinianos à AFP.

O morto foi identificado como Mahmoud Badran, de 20 anos. As mesmas fontes indicaram que os agentes israelitas abriram fogo sobre os três homens quando estes estavam a atirar pedras a carros numa autoestrada.

Os meios de comunicação israelitas informaram que vários veículos ficaram danificados e dois condutores feridos por causa dos vidros partidos, depois de os palestinianos atirarem garrafas e pedras.