O cirurgião plástico brasileiro Ivo Pitanguy, considerado um "papa" da cirurgia estética, morreu no sábado, aos 93 anos, no Rio de Janeiro, anunciou a sua assessoria de imprensa.

Pitanguy teve uma paragem cardíaca quando estava em casa, segundo a mesma fonte.

O funeral está previsto para este domingo.

Natural de Belo Horizonte, Pitanguy desenvolveu técnicas importantes no domínio da cirurgia estética que fizeram do Brasil uma referência referência mundial nesta área. E formou várias gerações de alunos. É por isso é considerado um "papa" da cirurgia estética.

O cirurgião foi uma das personalidades brasileiras que, em cadeira de rodas, transportou a tocha olímpica na sexta-feira à sua passagem pelo bairro Botafogo, onde tinha uma das suas clínicas, poucas horas antes da inauguração oficial dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.