Um projeto de acordo final para o combate às alterações climáticas foi concluído esta madrugada e vai ser apresentado este sábado de manhã aos delegados dos 195 países que participam na Cimeira do Clima em Paris. A informação foi anunciada por um fonte da presidência francesa à agência AFP.

“Temos um texto para apresentar”, revelou fonte do gabinete do ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, que preside à 21.ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21).

Depois de traduzido para as seis línguas oficiais da ONU, o documento vai ser apresentado em sessão plenária às 11:30 (10:30 em Lisboa) pelo chefe da diplomacia francesa, ou seja, com um atraso de duas horas e meia relativamente ao previsto inicialmente.

O projeto de acordo final para o combate às alterações climáticas deveria ter sido apresentado esta sexta-feira. A apresentação foi adiada para este sábado para haver tempo de serem realizadas consultas com as delegações ao longo do dia de sexta-feira, como explicou ontem fonte da presidência francesa à AFP.

“Preferimos dar tempo para consultas com as delegações ao longo de todo o dia de sexta-feira.” 


A mesma fonte sublinhou, ontem, que as conversações estavam "a ir no caminho certo", adiantando que o consenso estava quase alcançado.

Ao fim de onze dias de discussão, a Cimeira do Clima termina hoje em Paris.

Também este sábado, marchas pelo clima vão realizar-se em várias cidades do mundo, incluindo Lisboa, Porto e Faro. Participantes exigem "respostas concretas e eficazes" para resolver a crise climática e ambiental, com justiça.