Um camião de gás explodiu num hospital pediátrico na Cidade do México, causando a morte a pelo menos duas pessoas, segundo o Governador da cidade, que reviu em baixa o número inicial de sete mortos.
 
O chefe do Governo da Cidade do México, Miguel Ángel Mancera, disse também que a explosão causou, ainda, 66 feridos, 22 dos quais são graves.



O camião estava a abastecer de gás o hospital quando uma mangueira rebentou, causando a explosão, descreve a imprensa local.

As imagens do local mostram que parte do edifício colapsou. O chefe do governo local avançou que 30 por cento da estrutura foi afetada. 
 
O hospital pediátrico foi evacuado. «Temos de realizar uma evacuação de segurança, porque muitas das pessoas que aqui estão são bebés na área do berçário», disse o presidente da câmara, Miguel Angel Mancera, à rádio MVS.



Os feridos foram transportados para outros hospitais da região. A televisão mostrou imagens de pessoas com as caras ensanguentadas a serem levadas para ambulâncias.

O presidente mexicano já expressou a sua «tristeza» pelo sucedido e a sua «solidariedade» com os feridos e os familiares das vítimas mortais.