Uma forte tempestade já obrigou à retirada de centenas de milhar de pessoas no Sri Lanka. O mau tempo já provocou 19 mortos, vítimas de deslizamentos de terra.

Cerca de 346 mil pessoas foram afetadas pela tempestade que tem assolado a região nos últimos dias, de acordo com os dados do Centro de Gestão de Desastres, em Colombo. 

Os centros de acolhimento têm sido o refúgio das pessoas que todos os dias veem as casas destruídas pelas cheias. Estima-se que 200 mil pessoas tenham procurado albergue nestes locais, relata a CNN.

No norte da cidade de Kilinochchi, o nível das águas chegou aos 37,2 centímetros em apenas 24 horas, ou seja, quase um quarto da precipitação que é esperada anualmente na região.

Quase duas dezenas de mortos

As cheias e os deslizamentos de terra não têm dado descanso à população e às equipas de socorro.

Em Aranayake, 13 corpos foram resgatados pelos bombeiros de um enorme deslizamento de terra, que atingiu várias aldeias da área. De acordo com a Cruz Vermelha, 200 famílias foram atingidas pelo deslizamento, mas as equipas de resgate conseguiram salvar mais de 180 pessoas.

Um segundo deslizamento, em Bulathkohupitiya, fez três mortos, mas as autoridades locais dizem que este número pode crescer nas próximas horas.

As chuvas intensas que se têm feito sentir no país são resultado de uma depressão na Baía de Bengala, de acordo com o Departamento de Meteorologia. O mau tempo deve atingir o sul da Índia nos próximos dias.