Pelo menos quatro pessoas morreram esta quinta-feira e 30 continuam presas nos escombros de um prédio que desabou, em Bombaim, no oeste da Índia, na sequência de chuvas torrenciais, disseram fontes oficiais. A informação surge depois das notícias iniciais não darem conta da existência de vítimas mortais.

Socorristas, polícias e moradores da zona ajudaram a retirar já 13 pessoas dos escombros do edifício de cinco andares, que ruiu no sul de Bombaim.

O edifício, de quatro andares, situado na zona densamente povoada de Bhendi Bazaar no coração da metrópole, ruiu pelas 08:40 (04:10 em Lisboa).

Pelo menos 30 pessoas podem estar ainda presas nos escombros do imóvel, disse a polícia indiana, indicando que continuam as operações de socorro e busca no local.

Anteriormente, um responsável do departamento de gestão de catástrofes, disse à agência noticiosa AFP que se estimava que "40 pessoas estejam presas" nos escombros e que "uma equipa de 43 socorristas realiza operações de resgate".