As autoridades do Japão elevaram hoje para 27 o número de mortos em deslizamentos de terras, provocados por chuvas torrenciais, em Hiroshima, no sudoeste do país.

«De acordo com a Agência de Polícia Nacional, o balanço de vítimas mortais subiu para 27, havendo ainda dez pessoas desaparecidas», disse fonte do gabinete de gestão de desastres, citada pela agência AFP.

O anterior balanço facultado pelas autoridades nipónicas era de 18 mortos.

A Agência Meteorológica japonesa declarou o alerta pela precipitação registada naquela região montanhosa, com um nível recorde de 243 milímetros nas últimas 24 horas, que originou inundações e deslizamentos de terras.

A polícia e os bombeiros receberam cerca de 20 pedidos de intervenção relativos a casos de pessoas que ficaram soterradas ou foram arrastadas na sequência do aumento dos caudais de canais e rios, segundo a agência de notícias Kyodo.