O homem que salvou vários alunos durante o tiroteio da semana passada na Universidade Comunitária de Umpqua, Estado de Oregon, EUA, já saiu do hospital onde se encontrava a recuperar dos ferimentos que o atirador lhe causou.

Chris Mintz, 30 anos, veterano do exército que estuda para ser personal trainer, estava numa das salas de aula e tentou bloquear a porta para que o atirador não entrasse e matasse os colegas. Acabou atingido por sete tiros.

Segundo a agência Reuters, a porta-voz do Mercy Medical Center não divulgou o estado de recuperação de Mintz.

Uma tia do homem contou à imprensa norte-americana que Mintz foi atingido nas costas, abdómen, mão esquerda e levou um tiro em cada perna, mas espera-se que recupere.

O veterano do exército, que serviu no Iraque, vai ficar numa cadeira de rodas até aprender a andar novamente.

Nove pessoas morreram e 20 ficaram feridas no tiroteio na Umpqua Community College, em mais um massacre com armas de fogo nos Estados Unidos. De acordo com a CNN, CBS e NBC, o atirador Christopher Harper Mercer não estudava na universidade onde ocorreu o massacre.