A polícia chinesa vai participar, no Verão, nas missões de patrulha nos destinos turísticos de Paris, em França, de forma a prevenir eventuais ataques e roubos que visem os turistas chineses.

De acordo com a imprensa francesa, o Ministério francês da Administração Interna fez saber que a polícia chinesa fará prevenção entre os compatriotas que visitem os pontos turísticos da capital francesa, no verão de 2014, e que estão na mira dos carteiristas.

Os agentes chineses têm uma «missão de prevenção» com a polícia francesa, referiu o ministro francês da Administração Interna, Bernard Cazeneuve.

Além do patrulhamento dos pontos turísticos mais populares entre os turistas chineses, como as lojas de luxo, os polícias chineses também servirão de intérpretes quando os compatriotas necessitarem de comunicar com a polícia local, acrescentou o ministro.

A atuação da polícia chinesa será integrada no plano nacional francês de segurança dos turistas no verão, que é implementado todos os anos. Os acordos específicos ainda estão a ser negociados e serão divulgados pelo governo até junho.

Em 2013, cerca de 1,5 milhão de chineses visitaram a França, gastando 571 milhões de euros. Espera-se que o número de turistas chineses aumente 40% este ano depois de a França ter simplificado o processo de pedido de visto. Mas o aumento de turistas chineses também é acompanhado do aumento dos relatos de roubos e dos ataques de que são vítimas.