Depois de perder o emprego numa fábrica na província leste Zhejiang devido à crise, um chinês, de 22 anos, caminhou durante 10 dias, para cumprir o seu sonho de infância, segundo o jornal 20 minutos.

O rapaz - identificado pelo seu sobrenome Zhang - é um nativo de Sichuan, uma província a 900 km da costa, e deixou a sua casa em 2008 para ir trabalhar na cidade Zhejiang. No entanto, a fábrica encerrou no mês passado devido à crise económica mundial e Zhang gastou todas as suas poupanças na tentativa de encontrar outro emprego na área, mas sem sucesso.

Zhang colocou então os seus pertences num saco e seguiu o rio Yangtsé até ao mar, caminho que conseguiu completar mendigando para comer, durante dez dias.

Regresso a casa

«Parámo-lo imediatamente, porque estava a entrar numa área perigosa», refere um dos agentes que o libertou.

Após a identificação, a polícia perguntou-lhe de quanto dinheiro precisava para voltar a casa, ao que Zhang respondeu entre 100 e 200 ienes (11 e 12 euros). Os oficiais deram-lhe a quantia e acompanharam-no a uma estação rodoviária.