Um jovem tentou atravessar a fronteira entre Hong Kong e a China com 94 iPhones colados ao corpo com plástico e fita adesiva, noticia esta terça-feira o diário South China Morning Post (SCMP).

O cidadão de Hong Kong foi detido pela polícia no posto fronteiriço de Futian, depois de os agentes notarem que o homem se movia com dificuldade.

Os investigadores avaliaram em cerca de 300.000 yuan (cerca de 43.300 euros) os produtos que o jovem tentou contrabandear para a China.



Hong Kong é uma região chinesa desde 1997, com elevado grau de autonomia, mantendo-se as fronteiras entre ambos os territórios.

Os iPhones, iPads e outros produtos da Apple, que em Hong Kong são vendidos mais baratos, ou são modelos mais avançados, já que as novas versões saem neste mercado primeiro do que no interior da China, são das mercadorias que com mais frequência são introduzidas no país através de contrabando.