O realizador chinês Zhang Yimou, um dos mais reputados do país, foi multado em quase um milhão de euros por ter violado a política de controlo de natalidade e ter mais de um filho. Yimou e a mulher, Chen Ting, têm dois rapazes e uma rapariga, contrariando a política de filho único em vigor na China. Por isso, vai ter de pagar 7 milhões de yuan (cerca de 840 mil euros).

De acordo com o jornal «China Daily», o realizador já fez um pedido de desculpa público e a assunção de culpa. «Errei e não culpo ninguém pelo que fiz. Cooperarei plenamente com as autoridades do Planeamento Familiar de Wuxi», disse Zhang Yimou numa entrevista à agência noticiosa oficial chinesa Xinhua.

A política de filho único foi implementada na China em 1980. De acordo com o Goveno chinês impediu já que o país ultrapassasse os 1700 milhões de habitantes.